counter image

As regras de conduta a bordo do avião

O transporte aéreo é um setor que está ligado a um maior risco. A proteção dos passageiros, das tripulações das aeronaves e do pessoal da aviação civil da Ucrânia contra atos de interferência ilícita, é assegurada por um conjunto de medidas de segurança aérea, do qual faz parte o cumprimento de regras, regulamentos e procedimentos estabelecidos por todos os participantes no tráfego aéreo.

As regras de conduta a bordo das aeronaves adotadas pela companhia aérea Linhas Aéreas Internacionais da Ucrânia visam garantir a segurança e são obrigatórias para todos os passageiros.

Conheça as regras de conduta a bordo do avião durante o voo:

O passageiro tem o direito de:

  • ter a sua segurança garantida;
  • recusar o embarque no voo se tiver preocupações legítimas em relação à garantia da sua própria segurança;
  • entrar em contacto com a tripulação e exigir proteção no caso da sua vida, saúde ou dignidade estarem em risco.  

O passageiro tem o dever de:

  • manter a disciplina e a ordem;
  • obedecer sem reservas às exigências da tripulação do avião;
  • colocar a sua bagagem de mão e os artigos pessoais em lugares especiais indicados pelos membros da tripulação;
  • apertar os cintos de segurança sempre que esteja ligado o sinal “Apertar os cintos”.

O passageiro está proibido de:

  • criar situações que ameacem a segurança do voo ou a vida, saúde e dignidade pessoal dos passageiros, bem como dos membros da tripulação;
  • mostrar desrespeito, agressividade para com os outros passageiros e tripulantes, permitir-se qualquer insulto ou agressão física em relação aos mesmos;
  • incomodar os membros da tripulação no exercício das suas funções;
  • consumir drogas ou outras substâncias que causem intoxicação;
  • consumir bebidas alcoólicas exceto bebidas oferecidas pelos tripulantes;
  • fumar a bordo do avião, incluindo cigarros eletrónicos;
  • deixar o seu assento e movimentar-se na cabine durante a descolagem e aterragem;
  • obstruir os corredores, portas de emergência e serviço, bem como os acessos às saídas de emergência;
  • danificar qualquer equipamento ou bens a bordo da aeronave;
  • retirar do avião quaisquer bens que sejam propriedade da companhia aérea;
  • usar os equipamentos de resgate e de emergência sem a permissão da tripulação;
  • usar dispositivos eletrónicos e equipamentos de comunicação durante todo o voo.

No caso de incumprimento desses requisitos o comandante do voo tem o direito de:

  • dar ordens e comandos que têm de ser obedecidos sem reservas;
  • aplicar todos os meios necessários, incluindo coercivos, para com aqueles que não obedeçam às suas ordens e cujas ações ameacem a segurança do voo;
  • fazer uma aterragem de emergência no aer?porto mais próximo e entregar o infrator aos representantes das autoridades competentes responsáveis pela aplicação da lei.

As regras vigentes da companhia aérea e a sua aplicação preveem as seguintes sanções:

  • indemnização por parte do passageiro por despesas adicionais suportadas pela companhia aérea, em resultado de infração cometida a bordo da aeronave;
  • indemnização por parte do passageiro por todos os danos materiais causados por ele à companhia aérea, devido aos estragos de bens pertencentes a companhia;
  • privar o passageiro do direito de transporte em voos futuros da companhia aérea;
  • dar o máximo de publicidade ao incidente através de meios de comunicação e Internet.

O passageiro pode tomar conhecimento dessas regras:

  • no site da companhia aérea www.flyUIA.com
  • na revista de bordo “PANORAMA”
  • nas representações da companhia aérea UIA.